Análise: MDNA Deluxe – Madonna


Depois de escutar MDNA e fazer uma análise sobre o mesmo, adquiri uma cópia do MDNA para meu bel prazer, só que a minha é a edição de luxo. Isso significa que ganhei mais músicas para falar sobre. Apesar de tudo isso, eu sempre vi essa ideia de edição de luxo como uma desculpa para lançarem músicas que falharam na seleção final. É quase como um material fracassado mesmo, embora em várias dessas acabem surgindo pérolas que acabam se tornando o melhor do disco. Aviso já que, contudo, MDNA não é uma dessas exceções e tem um material extra bem fraco.

A primeira na ordem é Beautiful Killer. Eu não consigo deixar de assimilar outra música da Madonna, Beautiful Stranger – a que ela fez para a trilha sonora de um dos filmes do Austin Powers. Apesar de ainda seguir naquela vibe mais eletrônica, possui uma batida mais leve que o resto do disco. Ao fim, ela compara o assassino da música com Alain Delon, provavelmente uma referência ao papel que o ator (conhecido pela sua pinta de galã) interpretou em O Assassinato de Trotsky, em que ele, obviamente, interpreta o assassino. A música se encerra com o barulho de um tiro.

A próxima é I Fucked Up, em que a eu-lírico acaba lamentando-se por ter acabado com o namorado/amante/whatever e o quer de volta. Boba, monótona e sem graça. Pouco criativa também. O mesmo vale para B-Day, que vem na sequência. Fútil, tosca e boba. Nada se aproveita da letra. Devem tê-la colocado só para aproveitarem a M.I.A. que faz ponta nessa música também.

O melhor dessa parte extra do álbum é Best Friend. Não é uma letra das mais criativas, o mesmo vale para sua estrutura. Ainda assim, tem algo inexplicável que a faz se boa. Talvez seja justamente pela sua simplicidade. É uma música totalmente sem floreios. A última da sequência é um remix de Give Me All Your Luvin’. Eu geralmente gosto de remixes, mas não sei. Eu não consegui formar uma opinião sobre esse. Isto é, colocou mais um rap e mudou a ordem das estrofes na música? Isso não é algo que eu recomende dar atenção. Trouxa é aquele que vê algum diferencial nesse caça níqueis.

Observa-se que essa edição de luxo não é nenhum extra realmente essencial. Só sustenta a hipótese que levantei anteriormente sobre o fato dessas versões de luxo conter músicas fracassadas em entrar na versão final do álbum. É um extra tão irrelevante que nem darei alguma nota ou coisa parecida. E também o preço é irrelevante, coisa de quatro ou cinco reais a mais do preço do álbum comum.


Lista de Faixas

  1. “Girl Gone Wild” – 3:43
  2. “Gang Bang” – 5:26
  3. “I’m Addicted” – 4:33
  4. “Turn Up The Radio” – 3:46
  5. “Give Me All Your Lovin'” (feat. Nicki Minaj & M.I.A) – 3:22
  6. “Some Girls”  – 3:55
  7. “Superstar” – 3:53
  8. “I Don’t Give A” – 4:19
  9. “I’m a Sinner” – 4:52
  10. “Love Spent” – 3:45
  11. “Masterpiece” – 3:58
  12. “Falling Free” – 5:13
  13. “Beautiful Killer” – 3:49
  14. “I Fucked Up” – 3:29
  15. “B-Day Song” (feat. M.I.A) – 3:33
  16. “Best Friend” – 3:20
  17. “Give Me All Your Luvin'” (Party Rock Remix) (feat. Nicki Minaj & LMFAO) – 4:02

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: